Sicoob
? ºC Cuiabá - MT

16 de novembro de 2018 - 13:41

Rio de Janeiro

10/11/2018 06:25

'Se liga, bicho!' Vacinação contra raiva chega à Zona Norte

Serão 163 postos de vacinação. Animais podem ser vacinados das 9h às 17h

Neste sábado, dia 10, a campanha "Se liga, bicho! Raiva é caso sério" chega à Zona Norte, vacinando gratuitamente cães e gatos contra a raiva, em 163 postos fixos e cinco itinerantes que funcionarão das 9h às 17h. É a segunda etapa da ação que começou no dia 20 de outubro no Centro, Zona Sul e parte da Zona Norte.

 
 
 
Foram vacinados até agora 69.082 animais, número maior do que a edição de 2017, quue alcançou 64.846. Ambas as edições vacinaram em um só dia, cada, quase o número total da campanha do ano de 2016, o último da gestão anterior, que foi de 72.525 animais.
 
 
Nesta etapa, os postos estarão espalhados pelos seguintes bairros (confira os endereços no site da Vigilância Sanitária):
 
  • Manguinhos
  • Olaria
  • Bonsucesso
  • Ramos
  • Penha
  • Penha Circular
  • Brás de Pina
  • Parada de Lucas
  • Cordovil
  • Jardim América
  • Vigário Geral
  • Jacarezinho
  • Inhaúma
  • Higienópolis
  • Del Castilho
  • Engenho da Rainha
  • Tomás Coelho
  • Encantado
  • Méier
  • Água Santa
  • Pilares
  • Abolição
  • Engenho de Dentro
  • Cachambi
  • Lins de Vasconcelos
  • Piedade
  • Engenho Novo
  • Irajá
  • Vila Kosmos
  • Vicente de Carvalho
  • Vila da Penha
  • Turiaçú
  • Vista Alegre
  • Colégio
  • Rocha Miranda
  • Vaz Lobo.
 
VACINAÇÃO ITINERANTE EM LOCAIS DE DIFÍCIL ACESSO
 
A campanha ainda terá mais três etapas. Além dos postos fixos, cinco kombis irão rodar os locais de difícil acesso, no sábado de campanha, das comunidades da Maré, Manguinhos, Nova Holanda e Jacarezinho, para alcançar a meta de 500 mil animais vacinados, ao final. Um desses veículos ficará por conta do atendimento a animais de moradores de rua. As próximas etapas serão nos dias 24 de novembro, e 8 e 15 de dezembro.
 
COLEIRA E GUIA SÃO NECESSÁRIAS
 
Na hora da vacinação, os cães deverão estar com coleira e guia, e os gatos em caixas de transporte apropriadas. Animais com temperamento agressivo devem estar com focinheira. Sintomas como dores no local vacinado, febre e comportamento mais quieto do animal podem ocorrer por até 36h após a aplicação. As vacinas são repassadas pelo Ministério da Saúde, responsável pela aquisição.
 
DOENÇA ATACA OS HUMANOS
 
A raiva é uma doença que compromete o sistema nervoso do homem, sendo incurável e com índice de letalidade próximo a 100%. É uma zoonose viral e todos os mamíferos estão suscetíveis ao vírus da raiva, podendo transmiti-la. Mas cães, gatos e morcegos são os principais transmissores. A vacina é a única maneira de controlar a doença.
 
Caso uma pessoa seja mordida por um desses animais, deve lavar o local machucado imediatamente, com água e sabão. Ao mesmo tempo, deve-se procurar a unidade de saúde mais próxima, onde receberá os primeiros cuidados e será encaminhada para uma das unidades específicas que funcionam como polo de profilaxia da raiva. Se possível, isolar o animal por 10 dias, para ver o grau de observação da doença, e informar se tem dono e o endereço onde habita.
 
A raiva está controlada e sem apresentar registro de casos em humanos há 34 anos no Rio, mas ainda oferece risco à população, pois a cidade conta com um número alto de morcegos, cachorros e gatos, principais transmissores do vírus.

Escola ailtonParte 3Parte 2
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo